Ir direto para menu de acessibilidade.

Plano Purianual PPA

por David | publicado 28 de fevereiro de 2018 | última modificação 18 de fevereiro de 2019

Para conhecer o Plano Plurianual PPA 2016/2019 Clique aqui!

______________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Plano Prurianual 2012/2015

O Plano Desenvolver e Servir (Plano Plurianual – PPA 2012-2015) que visa potencializar oportunidades e resolver problemas com planejamento estratégico diferenciado pensando os desafios governamentais expressos em eixos, programas, indicadores, metas e iniciativas considerados determinantes para o Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre nos próximos quatro anos.

Para conhecer o Plano Plurianual PPA 2012/2015 Clique aqui!

______________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Plano Prurianual 2008/2010

O Plano Plurianual do Governo do Estado do Acre para o Quadriênio 2008-2011 é produto de um processo de planejamento inovador na Gestão Pública Brasileira. Para construção do documento foram realizados 24 seminários, nos 22 municípios do Acre, com a presença de aproximadamente quatro mil pessoas. Um processo complexo que na elaboração contou com a participação de mais de 120 técnicos, mas que o produto refletiu a disposição e se manter o crescimento econômico com manejo inteligente das nossas riquezas naturais e redução das desigualdades sociais.

Para conhecer o Plano Plurianual PPA 2008/2010 Clique aqui!

______________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Plano Prurianual 2004/2007

O plano se inicia apoiado em dois grandes projetos. O primeiro, que já está em pleno andamento, é destinado a completar as obras de infraestrutura urbana e conta com 40 milhões de reais financiados pelo BNDES. O segundo é voltado para a criação de uma economia rural e florestal moderna e tem financiamento (1ª etapa) de 108 milhões de dólares pelo BID, já contratados, e para a 2ª etapa, mais 132 milhões de dólares. Mas existe, tanto para estes grandes projetos como para todas as demais ações do futuro governo, uma orientação segura para o desenvolvimento sustentável.